Float valor

O Mártir das Catacumbas – Capa Dura

Disponibilidade: Em estoque

R$34,90

Consulte o prazo estimado e valor da entrega

Não sei meu CEP

Este clássico da literatura cristã descreve em vividas imagens a perseguição que os primeiros cristãos sofreram durante os três primeiros séculos da Era Cristã.

 

O manuscrito original de O Mártir das catacumbas foi encontrado em um barco à vela americano, no ano de 1876, e tem autoria desconhecida.

 

Há mais de um século, desafia e encoraja seus leitores a permanecerem fiéis ao Senhor Jesus, independentemente das circunstâncias.

 

  

Páginas: 188

Peso: 0,2640 kg

          Dimensões: 13,5 x 20,5 cm

          Capa Dura

REF: 9781680434200 Categorias ,

Descrição

Este clássico da literatura cristã descreve em vividas imagens a perseguição que os primeiros cristãos sofreram durante os três primeiros séculos da Era Cristã.

 

O manuscrito original de O Mártir das catacumbas foi encontrado em um barco à vela americano, no ano de 1876, e tem autoria desconhecida.

 

Há mais de um século, desafia e encoraja seus leitores a permanecerem fiéis ao Senhor Jesus, independentemente das circunstâncias.

 

  

Páginas: 188

Peso: 0,2640 kg

          Dimensões: 13,5 x 20,5 cm

          Capa Dura

Informação adicional

Peso 0.26000 kg
Dimensões 2 × 13 × 20 cm

4 respostas para “O Mártir das Catacumbas – Capa Dura”

  1. Charles H. Spurgeon disse:

    Nunca houve um súdito do reino de Cristo que não se queixasse dele. Aqueles que o servem mais anseiam por servi-lo ainda mais! Bem, mesmo os seus pobres mártires nas catacumbas de Roma, morrendo de fome, ou arrastados até o Coliseu para serem devorados por animais selvagens, nunca blasfemaram contra Ele. Certamente, se fosse difícil para qualquer um, parece que seria difícil para eles – mas quanto mais eram afligidos, mais se alegravam – e nunca houve canções mais doces do que aquelas que vieram de lábios moribundos, quando os homens estavam crepitando na fogueira, ou sendo pisoteados membro por membro por cavalos selvagens, ou sendo serrados em pedaços! À medida que as dores corporais ficavam mais agudas, a alegria espiritual se intensificava! E enquanto o homem exterior se deteriorava, o homem interior saltava para a novidade de vida, antecipando as alegrias do primogênito diante do trono de Deus!

  2. Leitor disse:

    É um livro que sonda o coração e ilustra os relatos de sofrimento e martírio em comoventes palavras.

  3. Leitor disse:

    Este pequeno livro deve ser lido para nos questionarmos: Vale a pena morrer pelo que creio? Se não, porque então eu creio? Uma novela muito interessante e desafiadora.

  4. Leitor disse:

    É impossível não compreender o valor do sacrifício daquele que nos amou e morreu por nós. Puro amor e perdão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Charles H. Spurgeon disse:

    Nunca houve um súdito do reino de Cristo que não se queixasse dele. Aqueles que o servem mais anseiam por servi-lo ainda mais! Bem, mesmo os seus pobres mártires nas catacumbas de Roma, morrendo de fome, ou arrastados até o Coliseu para serem devorados por animais selvagens, nunca blasfemaram contra Ele. Certamente, se fosse difícil para qualquer um, parece que seria difícil para eles – mas quanto mais eram afligidos, mais se alegravam – e nunca houve canções mais doces do que aquelas que vieram de lábios moribundos, quando os homens estavam crepitando na fogueira, ou sendo pisoteados membro por membro por cavalos selvagens, ou sendo serrados em pedaços! À medida que as dores corporais ficavam mais agudas, a alegria espiritual se intensificava! E enquanto o homem exterior se deteriorava, o homem interior saltava para a novidade de vida, antecipando as alegrias do primogênito diante do trono de Deus!

  • Leitor disse:

    É um livro que sonda o coração e ilustra os relatos de sofrimento e martírio em comoventes palavras.

  • Leitor disse:

    Este pequeno livro deve ser lido para nos questionarmos: Vale a pena morrer pelo que creio? Se não, porque então eu creio? Uma novela muito interessante e desafiadora.

  • Leitor disse:

    É impossível não compreender o valor do sacrifício daquele que nos amou e morreu por nós. Puro amor e perdão.

Adicione uma avaliação

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de…